Meu primeiro Dia das Mães sem abraçar minha mãe foi um dia relativamente difícil!

Sempre com ela por perto, me acostumei a sair do meu quarto na manhã do Dia das Mães, olhar nos olhos dela e dar um forte abraço!

Mas na verdade meu primeiro dia das mães sem minha mãe foi bom. Eu pude lembrar que graças a essa mulher forte que me criou e me ensinou tudo nessa vida eu estou aqui hoje realizando um sonho!

Então eu estou feliz por estar aqui, estou crescendo e amadurecendo com essa experiência e quero dar orgulho a ela! Por isso as vezes a dor é necessária para evoluirmos.

E a distância só me fez lembrar o quanto eu amo minha mãe e o quanto ela faz parte de mim! Sempre juntas, amigas e irmãs!

Mariana Rocha é intercambista da Yep!Mundi em high School na Nova Zelândia. Este é o primeiro Dia das Mães da Mariana Rocha sem poder dar um abraço bem apertado na sua mãe.

Você também quer escrever seus relatos sobre intercâmbio? Fale com a Yep!Mundi e saiba mais!

Olá
Podemos te ajudar!