O primeiro dia do seu intercâmbio de curso de inglês.  Aposto que este dia já foi vivido na sua cabeça milhões de vezes, não é mesmo?

Se você é como a maioria dos intercâmbistas, deve ter se organizado por alguns meses (ou até anos) para começar o tão sonhado curso de inglês na Nova Zelândia.

Mas afinal, o que esperar do primeiro dia do seu INTERCÂMBIO?

Bem, vou dividir com você algumas informações que são parecidas para todas as escolas.

No primeiro dia de aula é o dia em que você vai a escola e precisa fazer alguns testes para verificar como está o seu inglês nas diferentes esferas, como por exemplo: escrita, gramática, audição e conversação.

Então se prepare, porque você provavelmente será testado de alguma maneira, mas esse não é aquele tipo de teste que você precisa estudar em casa. Você precisa se preparar para ficar calmo e deixar acontecer.

Ainda lembro dos detalhes do primeiro dia do meu primeiro intercâmbio, (que foi a mais de 10 anos!):

Cheguei na escola, fui na recepção onde me pediram para ir à uma sala, onde vários estudantes já estavam, eu não sabia o que esperar e, para ser sincera, também não estava entendendo todas as explicações.

Mas basicamente foi pedido que fizéssemos um teste escrito, depois colocaram alguns áudios para que a gente respondesse algumas questões referentes ao áudio e após isso tudo, uma professora se aproximou de mim fazendo algumas perguntas para que pudesse ver como estava minha conversação.

Acredito que isso durou em média umas duas horas. 

No restante da manhã os funcionários da escola se apresentaram, contaram sobre como seria o curso, sobre os passeios disponíveis para o período da tarde e nos deram informações básicas, como por exemplo olhar para os dois lados antes de atravessar a rua (na NZ eles dirigem do lado contrário do Brasil), telefones de emergência e quem poderia nos auxiliar com problemas de adaptação, acomodação entre outros.

Confesso que me senti bem sobrecarregada, pois além da ansiedade do primeiro dia, de não conhecer ninguém por ali, eles estavam falando somente em inglês, o que não me dava nenhum minuto de relaxamento.

Ainda bem que tivemos o intervalo, onde pude me apresentar para algumas pessoas e até conhecer alguns brasileiros que estavam começando no mesmo dia de vários estados do Brasil.

Logo após o intervalo a escola já divulgou a lista de alunos, a classificação do inglês e quem seria minha professora.

Meu nome estava na lista de Pré intermediário, fiquei um pouco chateada, pois no Brasil estava terminando o nível intermediário. Dos brasileiros, somente uma pessoa estava na sala do avançado.

Isso é uma frustração bem comum, e se você sentir que não fez sentido, pode falar com o professor e com testes regulares poderá mudar de sala antes do que imagina.

É importante lembrar que o nível de inglês pode ser classificado diferente do Brasil por vários fatores, inclusive por você estar cansado da viagem.

Mas não se desespere, é somente seu primeiro dia.

Hoje, vejo que o mais importante no intercâmbio de forma geral não foi o nível da minha sala, mas sim minha abertura para aprender sem julgar o tempo todo, a possibilidade de participar nas atividades, de me comunicar e fazer amigos de países tão distantes do Brasil e vivenciar, experienciar a cultura do país novo.

Por isso relaxe que todo aprendizado que você precisa virá, tente aproveitar de verdade, não se limite e com certeza você terá memórias inesquecíveis.

Venha com a Yep! 

Já pensou em como é trabalhar na NZ? Leia o texto abaixo! 😉

Dia do trabalho – como é trabalhar na Oceania?

Olá
Podemos te ajudar!