A importância da área da saúde e o quanto ela é levada a sério em países como a Nova Zelândia, pode ser um fator restritivo quando profissionais já formados e atuantes na área desejam exercer a profissão por aqui. Afinal, o processo de formação de enfermeiros, médicos e dentistas, por exemplo, varia bastante de país para país e, portanto, é bem difícil entender se a qualificação do profissional realmente atende aos requisitos necessários para a prestação de um serviço de qualidade à população de um país diferente. Por essa razão, existem alguns passos para que profissionais dessa área sejam autorizados a exercer a profissão na Nova Zelândia.

Na teoria parece fácil conseguir um trabalho, já que várias profissões da área da saúde se encontram na lista de demandas profissionais na NZ. Porém, a prática não é sobre conseguir um trabalho apenas, mas sim obter a permissão necessária para que a profissão possa ser exercida.

Se você é da área da saúde e sonha em poder exercer sua profissão na terra dos kiwis, a primeira coisa que precisa fazer é se tornar membro do Conselho da sua profissão, como o Conselho de Medicina da Nova Zelândia ou Conselho de Enfermagem da Nova Zelândia, por exemplo. Nesse sentido, será necessário que vários pré-requisitos sejam atendidos, como a proficiência na língua inglesa (é necessário certificados como o OET ou IELTS Academic com uma nota mínima de 7.0), a validação do diploma pelo NZQA (International Qualification Assessment (IQA) ), registro da profissão no Brasil, comprovação de experiência, referências e  possíveis testes e períodos supervisionados.

É muito importante considerar que, para realizar o processo, existem taxas a serem pagas em várias etapas. Para entender melhor sobre o que é necessário, verifique no site do conselho específico da sua profissão na NZ. Geralmente é bem explicado e contém claramente o que a pessoa precisa organizar, preencher e apresentar para iniciar o processo de validação.

Parece complicado, mas, na realidade, conheço muitos profissionais que passaram pelo processo e me disseram que a parte mais difícil é atingir o nível de inglês exigido. Portanto, se você já tem inglês fluente é meio caminho andado e se ainda não está próximo ao nível exigido, o primeiro passo será sempre focar no inglês e em seguida, partir para as traduções dos documentos necessários para a validação do diploma. Esse é um processo que deve ser feito pela própria pessoa, portanto não existe nenhum profissional que poderá ajuda-lo a se registrar na sua profissão. Vale ressaltar também que pode ser um pouco demorado.

Deste modo, se você anda sonhando em exercer a profissão que você ama e que te faz feliz na maravilhosa Nova Zelândia, saiba que você pode sim viver essa experiência. Se é esse o seu objetivo, procure informações sobre o seu conselho o quanto antes, estude bastante a língua inglesa, arrase no IELTS e viva o seu sonho!

Olá
Podemos te ajudar!